segunda-feira, 2 de julho de 2012

Mães sereninhas, perfeitinhas, inhas, inhas

Vocês mães expliquem-me como é que conseguem andar sempre de roupas lindas a condizer, impecáveis, pintadas, de cabelo arranjado e tacão alto ?? Como é que acordam com um sorriso nos lábios e aturam as birrinhas matinais dos vossos queridos rebentos sem perder o controlo? Como é que tomam o pequeno almoço de dieta claro, cheio de frutos vermelhos, muesli e iogurte natural calmamente?? Como é que depois brincam o dia todo com os meninos e vão ao parque, às compras e cabeleireiro?? E no fim jantam coisas deliciosas na companhia do marido e os meninos vão para a caminha sem birras e dormem a noitinha toda para o papá e a mamã terem uma noite romântica e repousada. Como fazem? Vocês não trabalham? Os vossos filhos não comem sopas, ora com sal, ora sem sal, ora com espinafres, ora sem espinafres, intercalando a carne, o peixe, a batata e a massa? Vocês não limpam casas de banho? E passar a ferro, mandam a roupa para a lavandaria? E o chão, não o aspiram? Não o limpam? Ah, e os vossos filhos perfeitos não vomitam pois não? Aposto que não!!! Têm empregada, é assim? Ou dão a roupa às vossas mãezinhas para lavar e passar? São elas que fazem as sopinhas dos vossos fofos? E os fins de semana perfeitos?? Ah, esses então é que eu adoro!! Tudo lindo, perfeito, maravilhoso. O tempo de sol, nunca chove. Os meninos nem um apequena birrinha fazem porque é fim de semana, dia de estar em familia e fazer coisas super divertidas e serem super felizes e familias perfeitas que nunca discutem!!Expliquem-me isto tudo por favor!!! Ou vocês não existem e a minha mente completamente exausta entrou em delirio?!

17 comentários:

Kiki - Família de 3 e 1/2 disse...

hahahahahahahahah maravilhoso!!!

disse...

Eu nao and o sempre arranjadinha.
Eu nao tenho sempre a casa arrumadinha.
Eu nao tenho sempre a roupa engomadinha.
Eu nem sempre tenho paciencia com os meus filhinhos...

Acho que é incompetencia,sou incompetente,so pode.pois estou sempre a fazer coisas em casa e volta e meia tenho de voltar a fazer...

Té F. disse...

Claro que só podes ter entrado em delírio!
:)))
Beijos

Rit♥Catita disse...

É verdade sim. E não é nada fácil.

Ás vezes a vontade para tratar de mim também é pouca. Por exemplo, só consigo esticar o cabelo quando ele está a dormir.
Só consigo passar a ferro quando ele está a dormir. Muitas vezes o que está liso, arrumo directamente nas gavetas porque o tempo é escasso.
E quando ele me tira a roupa toda das gavetas? Passo-me. Dá comigo em doida. E ainda só tenho 1 filho.
Chego ao fim do dia com a cabeça em água que já não posso mais.
Ainda por cima tenho que fazer isto tudo sozinha porque o marido está longe e não me pode ajudar.

Acredita, quantas vezes desejava que o Valentim tivesse um botão de desligar.

Acho que tens toda a razão, devíamos partilhar também as coisas más. Porque a maternidade não é feita só de coisas boas.

Susana disse...

Quem diz que tudo é fácil e que há tempo para nós com filhos pequenos no meio da história está muito enganado ou então tem a vida muito facilitada. Mesmo estando desempregada desde que o meu bebé nasceu que não tem sido fácil. Não há forma de contornar o facto de se estar em casa o dia todo e a pia da loiça estar ainda por lavar, ou a roupa para passar/arrumar e o mal disto tudo é que pouco se valoriza quem arruma ela e lhe dá ar de lar doce lar e mesmo assim fica todos os dias coisas por fazer ou então depressa ficam desarrumadas outra vez. OU então em vez de ir passear andamos de roda da casa a arrumar isto ou a melhorar coisas cá em casa e nunca sobra tempo para o não fazer nada e ir para a manicure/pedicure, depilação, shopping etc... às vezes também acho que estou a delirar quando vejo vidas mais resplandecentes que a minha, mas se a trocava por outra: na na nim na não !! ;o)

Abóbora Amarelinha disse...

hehehehe...não me lembro o nome desse filme.

Cristina disse...

Há muito tempo cheguei à conclusão que mães perfeitas não existem, existem mães possíveis que fazem o que é possível com o tempo que têm. E se os meus filhos conseguem sair de manhã de casa com a roupa limpa e a barriguinha cheia, já fico muito contente. E são crianças felizes e de bem com a vida e isso é que me interessa. O resto faz-se como se pode. Quem não gosta, se quiser ir lá limpar e arrumar é bem vindo.
Bjos

Eva Prata disse...

Lol, 5*, Maria João!!!
Nem mesmo os Vips escaparão, de algumas destas peripécias,digo eu!!!
Bjs

Anónimo disse...

organização e ausencia de preguiça , é só isso :)

Igraine disse...

Olá Maria João! Não sei se ainda te lembras de mim... :)

Quando a M. era mais pequenita (e eu até estava a tempo inteiro em casa), era o caos: sentia que estava sempre tudo desarrumado, a pilha de roupa sempre a crescer, eu sempre em modo "Frankenstein"...

Hoje em dia (e com ela bem mais crescida), consigo levar as coisas de outra maneira. A casa está sempre (+/-) arrumada, a roupa (quase sempre) em dia, tiro sempre uns minutos para cuidar de mim. Mesmo assim é difícil, NUNCA fica perfeito e... só tenho UMA!

Por isso essas mães "inhas" de que falas ou têm uma empregada que lhes faça tudo ou... são de outro planeta! :)

Beijinhos*

Maria João disse...

Igraine há quanto tempo!! Claro que me lembro de ti! Como está a tua menina?? Que aconteceu ao teu blog que lhe perdi o rasto?

Aline disse...

Minha querida amiga,
Passo a ferro, limpo a casa, trabalho demais, não tenho empregada, tenho montes de roupa para passar a ferro (e a olhar para mim neste momento), preciso pintar o cabelo (o que faço para aí de 3 em 3 meses). O meu filho faz birras q.b., dorme a noite toda (mas preciso adormecê-lo e por vezes adormeço com ele). Às vezes, passo ótimos fins de semana (não daqueles em hotéis de luxo), mas divertidos e à medida da minha carteira e disponibilidade.
Não há filhos perfeitos (apesar de achar que o meu é. lol), não há mães perfeitas (estou gorda e com guarda-roupa deficiente), não tenho paciência para manicures, pedicures e cabeleireiras...
Mas ter 2 filhos é muito mais complicado, mas aposto que és uma mãe refilona e feliz.
Vai espreitar o meu post "Quanto custa ter um filho" e dá o teu testemunho e lê os comentários, please. E Páre de cobrar da vida. és uma mãe fantástica e tens uma família linda!
Beijinhos

liliana disse...

Amei este post!
No colégio do meu filho, cruzo-me com algumas mães assim (e já nem falo nos VIP, porque esse seria um outro assunto - já que para eles é tudo mais que perfeito: não há birras, não há choros, não há nada): cabelo arranjado, hiper mega elegantes e sempre de altos tacões. Um dia, estava eu ao tlm ainda no carro, quando comecei a observar uma dessas mães (que tem a mania, além de olhar de cima para as pessoas, um horror). Toda boa, sai do seu carrão com o seu alto tacão e quando se preparava para ir buscar os seus filhos, não pousou bem o pé no paralelo e ia mandando um malho. Sei que esta mãe trocou de casa quando o mais novo nasceu, trocou de carro e anda todos os dias nos trinques... Não sei como é possível... Às tantas tem empregada, não faço a mínima...

Mãe das Marias disse...

Ai como eu amei este post!!! sinto isto tantas vezes!!!
a verdade é que quando tinha só a Tiz e já mais crescida e independente, já conseguia estar mais organizada e ter um tempinho para mim...
Mas com a vinda da Matilde há 4 meses, sinto-me ainda perdida e um verdadeiro trapo humano... há dias que prefiro nem me ver ao espelho :S
Maria João, vamos ter esperança que com o crescimento deles,vamos voltar a ter tempo para nós!

beijos solidários*

Maria João disse...

É bom ver que não estamos sós!!! Eu já comecei a mudar um bocadinho e ontem iniciei o bootcamp (mal me mexo hoje:) e agora tenho montes de roupa para passar a ferro e estou aqui sentadinha a relaxar!!! Ahahah! Não quero saber. É a vantagem de todos termos montes de roupa. Que vistam outra coisa:)

Ana disse...

Olá!
É claro que não há milagres desses!
E é claro que essas mães têm todas uma ou mais empregadas.
Tenho 3 filhas e só agora que elas já estao grandes consigo ter a casa arrumada.
Quando eram pequenas, era realmente o caos pois era eu sozinha para tudo!
Nao podemos exigir demais de nós!
O problema nao é nosso. Todas as mães sem ajuda (sem empregada), passam pelo mesmo.
Há alguns anos atras o meu marido estava-me sempre a chatear que a mulher de um amigo dele é que era boa dona de casa, pois chegava sempre tarde do trabalho e ainda fazia óptimas refeições e tinha a casa toda num brinco, absolutamente impecável!
Ora como se veio a saber, anos mais tarde, depois de eu ter sido comparada a esta "fada do lar", ela simplesmente tinha tido sempre uma empregada "todos os dias", que lhe fazia tudo, e o pior é que dizia que era ela ( grande estúpida!).
Portanto nao há mesmo milagres destes, e essas mães perfeitas têm sempre ajuda de alguém.
Nós é que somos mulheres de luta, verdadeiras guerreiras, que com as armas que temos, tudo fazemos para criar felizes e saudaveis as nossas crianças

Ni! disse...

Eh pá! Que espectáculo! A sério. Adorei :)