quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Os primeiros dias em casa


Eu juro que tenho tentado cá vir dar noticias nossas, mas tem sido impossivel! Mais uma vez muito obrigada por todas as mensagens deixadas:)
O Ben nasceu então no Domingo à noite, após já estar na maternidade desde Sábado à noite, mas sobre todo o parto escreverei um post...
Estamos em casa desde 2ª feira, ainda com a avó e a tia aqui que têm sido uma grande ajuda. O Ben tem sido um bebé calminho, pouco chorão, muito mamão e de uma doçura e fofura impossiveis de trascrever aqui. Apaixonei-me desde o 1º momento que o tive nos braços. Sensações únicas, que só quem é mãe sabe!
Eu ando bem, muito, muito cansada ainda do parto, das constantes noites sem dormir, do tentar assimilar toda esta felicidade, stress, cansaço fisico e psicológico...Enfim, os primeiros dias são muito complicados principalmente quando se tem uma pequenina de 2 anos em casa que se tem revelado uma big sister mesmo! Passei os dias na maternidade a pensar nela, mas ela esteve sempre muito bem com a avó e a tia, nem estranhou a aus~encia dos pais. Com o irmão é uma fofa, uma ternurenta sempre preocupada se tem a chupeta, se ta coberto, etc. Temos de ter sempre 30 olhos em cima dela como é óbvio, pois é muito pequenina para compreender certas coisas. Tenho tenatdo que não sinta muita diferença na vida dela e que não se sinta excluida de nada!
Quanto à minha outra grande preocupação, a amamentação, o Ben foi colocado à mama logo após nascer, ainda estava nu :) e tratou logo de mamar mais de 1h. Tudo correu bem na maternidade, mas na 2ª feira quando vim pa casa deu-se a horrivel subida do leite, mamas duras, mamilos já gretados, enfim. O meu pesadelo estava a voltar, as hormonas a entrar em acção e fui-me completamente abaixo. Valeu-me o meu marido que não me deixou desistir!! Fui ao médico, aconselhou-me da melhor forma, o Ben continua a mamar cada vez melhor, desisti de usar bomba eléctrica que penso que só prejudica e pronto, tudo tem corrido muito bem e eu estou muito feliz:) Amanhã é dia do teste do pézinho e, se tiver tempo, cá virei contar tudo sobre o parto, que desse sim, ainda não estou recuperada psicologicamente.

10 comentários:

Monica disse...

Bem que te hei-de dizer cunhada força o que custa são os primeiros dias até entrares na rotina depois tudo corre bem vais ver.

E uma vez mais como não me canso de dizer tens uma pintarola linda como a tia :)

Cati disse...

Os primeiros dias são AQUELE stress, mas rapidamente tudo vai ao lugar. Aproveita bem a mamã e a cunhadinha por perto!

Beijos muito grandes... és uma super mamã, super corajosa!

Dreia disse...

Maria João, força linda!
Oh sei que muita gente diz que a bomba é que é para ajudar nessa fase inicial, pois a mim foi a tortura...
o bebé é que resolveu o meu problema, mesmo!
Só voltei a usar a bombad depois de mês e meio, cheia de medo de pressionar o "On", mas não doeuuuu nadddaaaaaaaaaaaaaa!!
Por isso não desistas. Força linda

Maria João disse...

Cunha, é verdade é muito complicado e o raio das hormonas não ajudam nadinha. Chego mesmo a ser mal educada pas pessoas, porque basta dizerem uma coisinha eu desato num pranto. Enfim, td passa. O smartie é um fofo sim!!:)

Cati prometo arranjar tempo pa falar contigo e contar-te tudinho. Cm tá a peste?

Dreia da Mia usei a bomba mal as mamas ficaram duras e o resultado foi uma mastite, a Mia mamar muito mal, muito choro e só 2 meses de amamentação já com muitp biberon à mistura. Agora aboli a bomba completamente, dou mais vezes de mamar e tiro o excesso com a mão. Tudo parece tar a correr muito, muito melhor, mas ontem de manhã quase desisti!!

Marina disse...

O sucesso da amamentação está na nossa cabeça e tu se deus quiser vais conseguir amamentar o Ben muito tempo, pois é o que queres. Querer é poder minha querida! :) Beijinhos!

T zero disse...

Ainda bem que está tudo a correr bem, maminha incluída!
Jinho a todos.

Maria João disse...

Marina sem dúvida. Penso que o pior período é mesmo este da subida do leite, hormonas, stress, etc. E acho que até tenho dado bem a volta, com o incentivo do meu marido!! E claro, o Ben é um bebé que mama muito, muito bem:)

Aline disse...

A amamentação é de facto um grande stress. Também penei,nunca me habituei mas também aguentei firme. O Martim mamou até aos 14 meses. Mas acreditas que nunca foi fácil (contudo,menos difícil com o tempo)? Devia ser uma coisa natural, como eu pensava que seria,por isso,nunca dei importância e sempre acreditei que iria amamentar como que aprende a mudar uma fralda.Puro engano. Enfim.Nem todos os bebés e mães são iguais e pode ser que desta vez, corra bem. Com a minha irmã foi tão fácil e vi que a coisa era tão natural que pensei que fosse igual comigo. Mas amamentei até aos quase 14 meses. Se hoje,passaria por tanto? Não sei. Só sei que se não amamentasse durante tanto tempo, não seria menos mãe por isso. Por isso,leva as coisas na boa, não stresses, mas tenta aguentar estes 1ºs dias que dizem serem os piores. Beijinhos

Aline disse...

Quanto às hormonas e às emoções iniciais. Se há coisas maravilhosas nessa fase de enamoramento, também é a fase mais complicada. Se aliarmos as visitas e organização de tarefas,então. É de fugir.
Boa sorte.

Dreia disse...

Força Maria João :)