quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Recordar

É realmente do melhor que há, quando se tratam de boas recordações!! Tenho me lembrado de tantas pequeninas coisas de quando era criança, de quando vivia em Portugal, da minha fase de adolescente... Coisas tão boas que me apetece escrevê-las para nunca me esquecer delas!! Não têm medo de um dia se esquecerem de momentos da vossa vida?? Eu tenho...
Mas esta conversa vem a propósito de eu ontem ter pedido ao meu marido para tirar do sotão as 6 caixas com roupinha da Mia para escolher já algumas coisas para este bebé!! Sei que é muito cedo e inda nem sei o sexo do bebé, por isso pus de parte só mesmo os fatinhos unisexo!! Mas o prazer que me deu rever todas aquelas roupinhas...Eu sei que há mães que, quando a roupa não serve, dão ou vendem...Não censuro,o acto de dar é um bonito gesto, mas não consigo entender muito bem como conseguem. Pergunto-me quando me irei conseguir desfazer das roupinhas dos meus filhos e penso que nunca!!!

Agora vou pôr a minha roupa de grávida a lavar e chego à conclusão que tenho pouquissima!!! Mas neste momento o problema nem é esse, é mesmo a roupa de grávida ser muito grande e a outra muito pequena!

3 comentários:

ELENA ZULUETA DE MADARIAGA disse...

Hoy me he dedicado a muchas cosas, entre otras a volver a ver esos blogs que antes veía con cierta frecuencia.
Realmente cuanto se les echaba en falta.
Pero por problemas medicos he estado casi un año sin escribir nada y ahora, ya algo mejor vuelvo.
He cambiado el enfoque de mi blog y su formato
Y aquí estoy, a pesar de que hasta hace unos días me parecía una tontería hablar de mis sentimientos,mis recuerdos y su relación con la gastronomía.
Pero ahora veo que va teniendo poco a poco su hueco.
Me vuelvo a sentir yo, al entrar y leer en los blogs, es realmente bonito.
Espero seguir viéndote.
Un saludo


CUATRO ESPECIAS

T zero disse...

Sim, tenho medo.
Foi um dos motivos que me levou a fazer o Tzero do João - escrevinhar parte das memérias relacionados com o Johnny. Essas, ao menos, não esquecem...

Marina disse...

És como eu, não me consigo desfazer de nada. Bjs