terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

3 de Fevereiro de 2010

Este temível dia está a chegar! Já o temi muito, já tive o coração apertado até não poder mais, já chorei, já desesperei, mas passou. Porque tudo se resolve, porque tudo tem solução menos a morte, como diz o meu pai, porque me vai fazer bem e porque fiz uma grande tempestade num copo de água! O meu maior pesadelo era ter que arranjar uma ama para a Mia, não o ter de voltar ao trabalho. Isso sim, andava a corroer-me por dentro já há semanas e só hoje consegui escrever sobre esse assunto! Sim, eu sei que é o normal: uma mãe tem um bebé, está com ele alguns meses, depois vai trabalhar e a criança fica numa creche ou ama ou avó para os mais sortudos, na minha opinião. Mas há a diferença de, geralmente, as mães não ficarem 11 meses com o seu bébe, de conseguirem um infantário que, na minha opinião, nos deixa mais descansadas do que uma ama que não conhecemos de parte nenhuma. Não ia conseguir fazer isso à minha filha, não ia estar descansada nunca; sou mãe galinha, sem dúvida, confio nas avós da Mia e não foi uma confiança imediata, admito. Eu sou a mãe e eu é que sei cuidar dela! É esta a verdade que sinto, embora criticada por muitos!!

Mas a angústia passou, novas soluções apareceram. Ora eu e o meu marido somos ambos enfermeiros, trabalhamos dias e noites. O horário dele é variavel, mas trabalha sempre 3 dias por semana das 7h30 às 20h30. O meu iria ser assim também, com noites à mistura e tudo, a ama iria ser necessária! Pedi redução de horário no hospital, para trabalhar só 2 dias por semana, das 7h30 às 20h30! Foi concedido, assim como o meu contracto mudou, passando a permanente. Mudou também o serviço onde trabalho: agora sou enfermeira de banco do hospital coisa que não existe em Portugal; ou seja, eu decido quando quero trabalho e eles decidem o serviço para onde me enviam!! Pode ser puxado, pois trabalhar em serviços onde não tenho experiência não será pêra doce, mas não terei mais problemas em relação à minha pequenina. Escolho trabalhar nos dias em que o pai está de folga e fica resolvido. E se numa semana não me apetecer trabalhar, não trabalho:)))) Melhor é impossível, não acham??

Ser mãe a tempo inteiro é extenuante, sem dúvida. E só quem já viveu a experiência é que sabe. No entanto, não há nada mais compensador. E, por minha vontade e se a vida o permitisse, não me importava nadinha de continuar em casa com a Mia. No entanto, vai fazer-nos bem às 2 este pequenino afastamento ( é pequenino não é???)

E pronto, acho que me alonguei ligeiramente:) Sorry for that!

6 comentários:

Pratos da Bela disse...

Como te entendo, deixei o Luquinhas no infantário com 4 meses, esse dia para mim foi terrivel chorei o dia todo, nem forças tinha...
E no entanto a minha prima é auxiliar na sala dele, mas o que vamos fazer???
MÃE É MÃE e pronto...
Jinhos fofos e Muita força.

Aline disse...

Oh minha amiga, como eu te compreendo. Mas vais ter um bom horário. Eu tb não optei pela solução Ama. O Martim está numa creche onde é muito bem tratado. Claro que, se pudesse, teria o teu horário. Fazes muito bem em ter as tuas dúvidas, os teus receios, nostalgia por teres de a deixar. Mas a vida é assim. A mim, tb me custou imenso.
Coragem. Vais ver que consegues. Beijinhos grandes

Teresa disse...

Olá Maria! Gosto mt do teu blog e temos filhotes da mesma idade! O rafael tem 10 meses e eu deixei de trabalhar para ficar em casa com ele, até pq ainda mama de peito e nunca se adaptou ao biberão. Ando a ver infantários para o colocar em Setembro, pq é preciso voltar a trabalhar, mas o sofrimento é grande.. e ele já vai com 1 ano e 5 meses para o infantário! Mas só eu sei o que é cuidar dele, as necessidades dele..Sei bem o que sentes, amiga.. Mas tudo correrá bem! :) Bjinhos

Xana disse...

É verdade kida, doi deixar os nossos meninos.. Eu deixei a minha, e foi na avó aos 4 meses e doeu na mesma, sabendo que estava bem entregue... Mas tudo correrá bem, vais ver :)
beijo grande

carmo pinto disse...

como eu te entendo mas realmente a mia é uma sortuda!
tens estado com o papa sempre presentes e isso é magnifico!
ai tb tens as tuas regalias!
jitos

ps: não me esqueci do selinho :)
mal o rodriguito esteja mais calminho coloco
jitos

Pinguina disse...

Primeiro pensei em ficar 1 ano em casa e em Maio voltaria ao trabalho, agora adiei para Outubro mas ainda nao é 100% certo. Para já nao quero pensar no assunto... mas penso que encontraram uma boa solucao para a Mia. Dizem os mais experientes que só custa ao príncipio, logo veremos... E claro!! Só nós é que sabemos cuidar o melhor possível delas :o)