sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Priveligiada

Sim, eu sei que é o que sou. Sei que me queixo a toda a hora, mas, apesar dos meus queixumes, tenho muito e sou uma sortuda. Não é toda a mãe que tem a sorte de estar em casa quase 1 ano com a filha como eu estarei. Não é toda a mulher que tem a sorte de ter um marido que só trabalhe 3 dias por semana e que esteja os outro 4 em casa. Não é toda a dona de casa que tem a sorte de ter uma casa como eu tenho, rodeada por espaços verdes, criançada por toda a vizinhança., transportes públicos, centro de saúde, creches, escolas, shoppings com acesso a pé. Tenho tudo isto, tenho muito mais. mas sabem o que não tenho? Não tenho aqui a minha família. Eles sim, fazem-me falta, todos os dias. Como costumo dizer, não se pode ter tudo...Mas custa!

4 comentários:

Sandra C. disse...

Olá! Realmente é bom teres todas essas comodidades, mas também deve ser bem comlicado ter a familia longe... Deves ver a tua familia, tipo uma vez ou duas por ano?
O coracãozinho ás vezes deve andar bem pequenino, não é??

Jokas e muita força...
Sandra C.

Mamã e bebé disse...

Ola querida mamã
Sim realmente é um privilegio estar em casa com as nossas princesas tanto tempo :-) eu falo por mim, que estou com a Leonor há 15 meses! Mas compreendo bem quando dizes que tens tudo menos uma coisa...e que coisa essa né? A familia... faz tanta, mas tanta falta!! Eu sinto o mesmo aqui no Chipre...posso estar com o meu mariduxo, e sei bem que o ano passado me custou muito estar 5 meses sem ele... mas também sinto falta de muita coisa aí. Mas há sacrificios que têm de ser feitos não é mamã? para podermos dar uma vida melhor às nossas princesas. Quem sabe um dia não te mudas para o nosso Portugalito de vez ;-)
Beijocas grandes
P.S: O quartinho da Mia é uma fofura!

Sónia Alexandra disse...

Acredito que seja muito difícil, mas acho que a Mia te ajuda a superar tudo isso. Desejo que sejam muito felizes, e por cá, sabes onde me encontrar. Beijinhos muito doces, de quem vos adora.

Abóbora Amarelinha disse...

ó linda apesar de sofreres com a distância, eu acredito que para eles seja um pouco pior, porque afinal eles estão lá nas raizes e tu não.
Mas se estiveres feliz, eles estão felizes tambem.

E não achas que ter o marido em casa 4 dias por semana é muita mordomia?

beijinhos, o quartinho da Mia, ficou lindo.