terça-feira, 8 de junho de 2010

Tristinha, tristinha

É como estou! Chegamos hoje a Dublin:( Eu até gosto de cá estar. Até gosto da minha casa. Até gosto deste país. Até gosto deste sosssego. Mas gosto mais da minha família e de Portugal. Buuuaaaaa!!!

No meio desta choradeira também convém dizer que está tudo bem com a dona Mia. Está linda, não fosse a mãe dela a escrever:), malandra, espertinha, simpática e tudo e tudo a que eu, mãe babada, tenho direito:)) Andamos em treinos exaustivos para dar inicio à marcha que é feita rapidamente, de modo estouvado, agarrada sempre ao dedo de um adulto! E quando se farta lá vai ela gatinhar!

Volto brevemente com novidades. Agora vou ali ver se ainda sei cozinhar que é como quem diz, vou ali ver se ainda me dou bem com a fofa da minha Bimby!!

5 comentários:

belinhagulosinha disse...

É tão difícil amiga puxa custa mesmo muito mas força amiga,estamos aqui nós para te darmos muitos miminhos,jinhos

Sofia,Pedro e Joana disse...

Ooh, minha linda, não fiques assim...eu sei que é dificil estarmos longe mas sempre nos mantemos próximas graças aos babyblogs, por exemplo!
Beijinhos grandes para vocês, Sofia,Pedro e Joana

Aline disse...

Eu sei o que isso é. Tenho vivido quase sempre longe da minha família. E sei que custa! Mas tu até és uma privilegiada, vens cá muitas vezes. E fazes muito bem. Talvez um dia será diferente. Olha, em Portugal, há falta de enfermeiros, sabias?!

carmo pinto disse...

oh..então!
vá um bj daqui até ai!

Abóbora Amarelinha disse...

Tristinha, tristinha com a falta dos miminhos do ninho né?
Eu estou como a Aline, há falta de enfermeiros em portugal, o pior é que não pareçe, mas enfim.
Beijinhos