terça-feira, 17 de novembro de 2009

Do dia de ontem

Ontem vomitaste "a sério" pela 1ª vez. Lanchaste bem, mas a meio da sopa ao jantar vomitaste tudo, não sei bem porquê. Andas constipada dos olhitos, sempre com muita remela e eu espero que não venha uma conjuntivite por aí...
Não tens dormido muito bem. Acordas a chorar, não sossegas, ora não queres o leite, ora já queres...Continuo a dizer que os dentes não tardam, até porque, quando ris, a tua gengiva fica evidenciada, coisa que não acontecia antes. A ver vamos..
.
Mas vim aqui contar o dia de ontem. Ora ontem fomos conhecer uma amiga, aquela que ficará contigo quando for nencessário, durante umas horas, nem que seja para a mamã e o papá irem jantar, ao cinema, que bem precisam. Não lhe vou chamar ama, porque não é isso que a senhora é; é uma amiga...É a mãe de uma colega do meu marido; é enfermeira pediátrica, já teve uma creche e é louca por crianças, constatei isso ontem por mim própria. Por volta das 15h fomos conhecê-la; a ela, ao marido, o cão, a casa...A Mia mal entrou lá armou um grande berreiro, ficou assustada, estranhou as pessoas, o sitio, tudo. É normal, só está habituada ao pai e à mãe, às nossas vozes, à sua casa; quando saimos adora ver pessoas, ouvir novos sons, mas o contacto não é directo... Entramos em casa da S. e já tinha na sala uma mantinha com montes de bonecos:) Aos poucos a Mia começou a brincar, começou a ganhar confiança com a E., colega do meu marido, e finalmente, a S., que percebe bem de crianças, sentou-se com ela no chão a brincar e já não houve mais choro...Resolvemos sair da sala por um bocadinho e a Mia ficou com a E. e o pai dela. Ficou bem, a brincar, Estivemos a conversar com a S. e eu fiquei a adorar a senhora. Tem 6 filhos, tem cerca de 55 anos, teve agora o 1º neto e anda louca com o miúdo, é uma doçura de pessoa, uma simpatia, tem uma maneira de falar que me agradou tanto. Conversamos e acordamos que a Mia realmente não está preparada para ser "deixada" com ela; que realmente precisa de estar com outras pessoas, que se vê que é uma bebé super feliz e saudável, mas que vai precisar do seu tempo para se ambientar, para conhecer o espaço e que depois, sim, ficava com ela de bom grado, começando por ser 1h por dia, aos pouquinhos...Propôs nos um almoço, um passeio para a semana. Aceitamos, claro. Disse que iria ser bom para a Mia ter contacto com outras crianças também. Não poderia estar mais de acordo...Bem, adorei a senhora e sei, do fundo do coração, que é boa pessoa e que, durante o pouco tempo que ficar com a Mia, vai tratar bem dela. e olhem que é muitor aro eu confiar em alguém. Estas coisas sentem-se, é incrivel... Gostei dela porque pensa da mesma forma que eu em relação às crianças, aos bebés e sei que vou aprender muita coisa com ela...Tem um cão lindo, grande, que disse que adorava crianças, mas, teve o bom senso de não deixar entrar em casa e não se aproximar da Mia; assim como teve o bom senso de não falar para a Mia quando entramos em casa nem pegar nela ao colo. Agradou-me muito. Tem uma casa linda, com um jardim enorme, com baloiços, um cavalo...Agradou-me e sei que será muito bom para a minha filha. Isso é o que mais me agrada mesmo.

3 comentários:

amiguita disse...

As melhoras da menina.
Ainda bem que encontrarm uma pessoa especial.É o melhor que podemos fazer pelos filhos

Aline disse...

Tu melhor do que ninguém sente se ela fica em boas mãos. A adapatação deve ser gradual, sim. Ela vai conhecer melhor a senhora, saber que confias nela (isso sente-se) e que vai fazer parte do seu meio. Vais ver que vai correr bem.

Beijinhos e as melhoras para a Mia

Abóbora Amarelinha disse...

A mia já está bem?

Olha é muito bom que transmitas segurança e conforto há Mia em relação há senhora que vai ficar com ela.

Mas não penses que te habituas! ela sim, vai se habituar e adorar hehehe.
Agora nós! comformamo-nos que é bem diferente.
beijinhos para as duas, vá! para o pápá tambem